Newsletter
Menu
Pesquisa

Getting Started with AR and VR Design

Notícia

Getting Started with AR and VR Design

Podemos dizer que, atualmente, o mundo enfrenta grandes desafios no que à evolução tecnológica diz respeito. Diariamente ouvimos falar em Inteligência Artificial, Machine Learning. Diariamente surgem novos dispositivos, com novas potencialidades, ou ativados ir voz, ou por exemplo, começamos a ouvir falar de pesquisa iniciada através da visão.

Por entre todas estas novas e poderosas realidades, encontra-se a necessidade de criar, para os utilizadores, experiências significativas, que atribuam valor e relevância a todas estas inovações.

Leigh Bryant, Content Manager na Myplanet acredita que os designers enfrentam atualmente um grande desafio, que consiste na constante necessidade de conhecerem todas estas novas facetas tecnológicas e estarem constantemente atualizados, para que possam, com a maior brevidade desenhar experiências significativas para os utilizadores.

Este desafio acontece também nas áreas da Realidade Virtual e da Realidade Aumentada. Leigh partilha, no artigo do Blog Invision, algumas dicas para os designers que trabalhem nesta área.

1.Conhece AR and VR

Apesar de ser uma dica relativamente óbvia, Leigh Bryant relembra que é importante primeiro experimentar esta nova tecnologia, imergindo em experiências de Realidade Virtual e Realidade Aumentada, antes de direcionarmos a nossa preocupação para um projeto específico.

É importante tomar atenção aos detalhes, como nos sentimos com os óculos, são confortáveis, o que facilitaria o processo de imergir na experiência, etc.

Se tomarmos a devida atenção aquilo que foi a nossa experiência poderemos começar a construir um Mind Set que nos permitirá construir e desenhar melhores experiências no nosso próprio projeto.

as-novas-fronteiras-do-digital-edit

2.Pensa de forma holística

Um segundo e importante passo é começar a pensar enquanto designer ou programador: que equipamentos estão disponíveis, e mesmo que não sejamos detentores de skills de  código, é uma vantagem se estivermos familiarizados com os programas necessários para o desenvolvimento.

Quanto maior for a familiaridade do designer com as plataformas de desenvolvimento melhor. Também é importante considerar que a experiência poderá sofrer alterações sempre que muda de dispositivo.

3.Considerar tudo

Os melhores designers consideram sempre diversos fatores externos. É importante pensar pormenores como por exemplo, até que ponto o sol influencia a utilização da interface dos devices. É importante perceber aspetos como os obstáculos físicos podem interferir, por exemplo no caso da RA.

Deve ainda considerar-se cada experiência no seu próprio formato, no formato no qual será desenvolvida e aplicada.

realidade-virtual-aumentada-edit-01

4.Ser Criativo

Além de considerar aquilo que já existe, por exemplo a aplicação do IKEA que permite ver como ficam os produtos nos quais estamos interessados no ambiente onde os tínhamos pensado colocar, deve ser pensado mais além: como se poderá tornar a experiência do utilizador ainda mais relevante e significativa face a determinado produto.

Nesta fase é importante testar aquilo que poderá, ou não ser feito e utilizado.

5. Não desmotives

Apesar de ser tudo novo, de haver muito a aprender, é importante considerar que os designer já percorreram um longo caminho e têm uma vasta experiência em desenhar experiências para os utilizadores.

Desenhar para Realidade Aumentada e Realidade Virtual será um novo desafio, no qual serão cometidos erros, mas que resultarão num excelente produto final.

FONTE: GETTING STARTED WITH AR AND VR DESIGN

https://www.invisionapp.com/blog/ar-vr-design/

By: Leigh Bryant

 

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA

Temas
relacionados

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA