Newsletter
Menu
Pesquisa

Sofia Peixoto
Tutora

entrevista

10 votos

Sofia Peixoto
Tutora

Sofia Peixoto é Agile Coach/Scrum Master na Körber Digital e tutora da EDIT. Porto.
Em entrevista, conta-nos o seu percurso e em que consiste ser um Agile Coach, e quais são os principais desafios. Ainda nos revela de que modo irá lecionar as suas aulas de Agile nas formações EDIT. Porto.

A metodologia Agile era, desde que a conheci, algo que fazia imenso sentido para mim e eu via o impacto que um Agile Coach pode ter numa equipa e nas suas pessoas. Eu queria fazer parte disto e por isso fiz a mudança.

E.

O teu percurso académico começou pela área da Informática de Gestão. Como é que o Agile Coaching surgiu? Fala-nos um pouco sobre isso.

S

Eu mudei de carreira para Agile Coach numa altura em que, para mim, ser programadora já não era motivador. A metodologia Agile era, desde que a conheci, algo que fazia imenso sentido para mim e eu via o impacto que um Agile Coach pode ter numa equipa e nas suas pessoas. Eu queria fazer parte disto e por isso fiz a mudança.

E.

Muito resumidamente, em que consiste ser um Agile Coach, e quais são os principais desafios?

S

Como Agile Coach acompanho equipas na adoção de metodologias ágeis, guiando-as para que encontrem a melhor forma de trabalhar para cada equipa dado o seu contexto. Promovo a mentalidade Agile junto da liderança e a melhoria contínua de forma transversal. O maior desafio está em mostrar a importância de tudo isto às pessoas, que normalmente se focam no que estão a fazer, perdendo de perspetiva a forma como o fazem e ignorando assim que possíveis melhorias podem implementar.

E.

Quais as principais diferenças em utilizar um método ágil e um método tradicional na gestão de um projeto?

S

A principal diferença diria que é a entrega iterativa e incremental de um projeto. Desta forma aumentamos a transparência, as interações e o feedback do cliente. Diminuímos os riscos, adaptamos mais rapidamente o que está a ser desenvolvido ao que o cliente necessita e criamos um ritmo sustentável para toda a equipa.

E.

Consideras que esta é uma metodologia em ascensão?

S

Sim, é sem dúvida uma metodologia que tem visto um crescimento muito grande nos últimos anos e acredito que irá continuar a ganhar terreno, inclusivamente noutras áreas de trabalho que não o desenvolvimento de software.

E.

Que livros / websites de referência aconselhas para quem quer aprender mais um pouco sobre este tema?

S

Há imensos artigos e literatura sobre o tema. O base pode ser consultado no Agile Manifesto e, para a framework de Scrum, no Scrum Guide disponível em vários idiomas, incluindo Português. É claro que leio imenso sobre o tema, mas onde aprendi mais foi em eventos, como os meetups do Agile Connect, e em conferências.

E.

Podes partilhar connosco alguns projetos que te deram especial gosto trabalhar/participar?

S

Partilho não um projeto mas uma equipa. Tive a oportunidade de trabalhar com o departamento de Recursos Humanos na Critical Software e levar esta metodologia a outras áreas de trabalho é diferente, traz novos desafios e novas experiências. A principal diferença para mim foi que nesta equipa com que trabalhei a abertura para fazer experiências e a sede de conhecimento era muito grande o que possibilitou uma adaptação muito rápida das formas de trabalhar.

E.

Tens alguma meta profissional definida para os próximos tempos?

S

Acabei de integrar uma nova empresa, a Körber Digital, empresa que está a estender a sua operação para Portugal, para o Porto. Acredito que este novo desafio de ajudar a criar algo de início vai ser muito interessante e me vai fazer crescer um pouco mais.

E.

Quais são as tuas expectativas, e de que modo irás lecionar as tuas aulas de Agile nas formações EDIT. Porto?

S

Vou sem criar muitas expectativas. Apenas espero que as pessoas que vou encontrar estejam entusiasmadas por aprender coisas novas. Pretendo dinamizar com alguns jogos e dinâmicas de grupo que ajudam a integrar melhor os conhecimentos que pretendo passar. Espero conseguir ensinar o que é o Agile de uma forma descomplicada e divertida.