Newsletter
Menu
Pesquisa

Ruben Mangorrinha
Tutor

entrevista

10 votos

Ruben Mangorrinha
Tutor

Ruben Mangorrinha é Product Design na Farfetch e tutor da EDIT. Lisboa.
Em entrevista, conta-nos o seu percurso e quais são os principais desafios que um Product Design enfrenta, e ainda revela quais são para si as características que os profissionais das áreas de inovação, tecnologia e criatividade devem ter.

Para seres um bom product designer tens de não só conseguir ter um bom equilíbrio entre UX e UI.  Como ter a capacidade de ouvir sem ter a necessidade de responder, o nosso trabalho passa muito por isso fazer a ponte, descobrir, investigar, resolver problemas e testar. 

E.

Porquê a área do Design? Fala-nos um pouco sobre o teu percurso profissional.

R

Sempre tive interesse pela componente mais visual das coisas. Acho que passei por muitas fases e todas elas foram boas para mim, comecei por tirar licenciatura em design de comunicação, antes mesmo de acabar já estava a trabalhar e era “criativo” ( sim é um cargo estranhamente e uma característica humana que toda a gente têm). Depois trabalhei como digital designer por uns anos a fazer sites e aplicações, apercebi-me que estava a surgir a necessidade de me formar em UX e ter essa skill para que pudesse realmente fazer o meu trabalho bem feito. Fiz vários cursos e integrei no meu trabalho esse conhecimento, até que decidi apenas me dedicar a UX UI e entrar numa empresa que tivesse apenas focada nisso. Como consequência de estar focado num único produto para trabalhar comecei a ganhar interesse em estratégia, experimentação e em iterar sobre o produto que estava a fazer para que fique mais perto do que os utilizadores necessitam. Acho que é isto.

E.

Quais os maiores desafios de um Product Designer?

R

Gerir o teu dia e balançar todos os componentes que tens de fazer. Desde a parte de research com business, até às necessidades do utilizador( onde tu és o porta-voz) o processo é demorado e é difícil manter e alinhar todos no processo para que tenhamos algo que faça sentido para os dois.

E.

Que passos aconselharias tomar a quem gostasse de enveredar profissionalmente por esta área?

R

Diria que para seres um bom product designer tens de não só conseguir ter um bom equilíbrio entre UX e UI.  Como ter a capacidade de ouvir sem ter a necessidade de responder, o nosso trabalho passa muito por isso fazer a ponte, descobrir, investigar, resolver problemas e testar.

E.

Enquanto tutor do Workshop Digital Concept and Interface for Product Design, de que forma planeias dinamizar as tuas aulas?

R

Este workshop é muito prático, o objectivo é que saiam dele, já tendo experimentado o processo de um lado ou outro, vocês mesmos, com exemplos e explicação como é óbvio. Mas deve ser sempre os alunos a testarem tudo.

E.

Revela-nos as características que, na tua opinião, os profissionais das áreas da inovação, tecnologia e criatividade devem ter, de modo a destacarem-se e terem sucesso no mercado do trabalho.

R

Devem ter muita vontade de aprender, ter noção que não vai estar sempre tudo certo e correcto, testaram e quererem fazer mais sempre.
Um portfólio atualizado que tenha todo o processo, todos os pensamentos que tiveram para realizar aquele trabalho.  E por último não se deixarem entrar na zona de conforto.