Newsletter
Menu
Pesquisa

Gustavo Silva
Tutor

entrevista

Gustavo Silva

Tutor

Gustavo Silva é Co-founder & CMO da homeit e tutor da EDIT. Em entrevista, conta-nos o seu percurso académico e experiência profissional, quais são os desafios que enfrenta com os clientes e ainda nos revela as características que formam um profissional de sucesso na área do Marketing Digital.

É preciso estar sempre disponível para aprender. As plataformas e os seus algoritmos estão sempre a mudar, aparecem constantemente novas plataformas e há muita concorrência hoje em dia.

E.

Conta-nos o teu percurso académico e experiência profissional.

G

Sou licenciado em gestão pela NOVA SBE (Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa) onde tirei também o mestrado em gestão pela mesma universidade.

Decidi também tirar uma especialização em marketing durante o mestrado que me deixou muito curioso sobre a criação de novos produtos e a sua comunicação. Infelizmente, não foi aqui que conheci o marketing digital pois ainda não existem disciplinas dedicadas a esta matérias nas faculdades. Pode ser que mude em breve 🙂

Assim que terminei o mestrado decidi ter uma experiência no estrangeiro e comecei à procura de trabalho em Londres. Consegui uma posição como marketing analyst. Após 1 ano de trabalho em Londres, decidi voltar para Portugal para me juntar a uma agência de marketing digital. Foi aqui que comecei a perceber o que de facto era o marketing digital e a ver como algumas iniciativas de marketing podem de facto impactar o negócio dos nossos clientes. Fui crescendo na agência até ficar responsável pela gestão do negócio completo desde a gestão de paid media à criação de campanhas nas mais variadas plataformas de anúncios.

Após esta experiência, decidi trabalhar algum tempo como freelancer e ajudar alguns clientes a desenvolver a sua presença no marketing digital. Trabalhava essencialmente campanhas no Google Ads e FB Ads e muitas campanhas de geração de leads para clientes em vários países.

Mais recentemente surgiu a ideia de criar e lançar uma tecnologia inovadora que hoje se tornou na homeit 🙂 a homeit é uma startup com uma tecnologia que inclui uma fechadura inteligente e permite a qualquer pessoa controlar as suas portas à distância. Hoje, estou responsável por todo o marketing da homeit, online e offline, e as minhas tarefas estão muito focadas em criar iniciativas de marketing para garantir que a nossa startup continua a crescer. Lançámos um ecommerce, campanhas de geração de leads, campanhas de vendas diretas, e criámos uma base de clientes já com mais de 3000 casas só em Portugal. Hoje, a homeit já tem vendas realizadas para 16 países, é líder em Portugal no mercado de fechaduras inteligentes e continua a crescer em Espanha e noutros mercados europeus.

E.

Quais os maiores desafios que enfrentas com os clientes?

G

Os maiores desafios para os clientes é perceberem que uma campanha de marketing digital é feita com tanto ou mais profissionalismo e estrutura que uma campanha de marketing tradicional.

É necessário perceber quem é o nosso público-alvo, qual o nosso orçamento, quais os canais onde vamos apostar e qual a mensagem que vamos transmitir.

É preciso aprender quem é o nosso cliente online, como se comporta, o que procura e o que já encontrou no mundo online. Só assim vamos conseguir ter uma oferta atrativa o suficiente para captar a atenção do nosso cliente e fechar negócios.

Os resultados podem ser muito mais rápidos e rentáveis do que uma campanha de marketing tradicional mas é necessário saber planear muito bem e preparar toda a empresa para abraçar esta mudança.

E.

Revela-nos as características que, na tua opinião, formam um profissional de sucesso na área do marketing digital.

G

É preciso estar sempre disponível para aprender. As plataformas e os seus algoritmos estão sempre a mudar, aparecem constantemente novas plataformas e há muita concorrência hoje em dia.

Precisamos também de ser humildes e perceber que vão existir sempre melhores maneiras de comunicar online. É preciso estar muito atento ao que os nossos concorrentes estão a lançar e aplicar algumas boas práticas que nos tenhamos esquecido. Nós não somos perfeitos e as nossas campanhas também não. Há sempre maneira de optimizarmos o nosso orçamento e campanha, seja por uma mudança no algoritmo, seja pelo aparecimento de um concorrente, etc.

Em conjunto com esta atenção é preciso ter também vontade de aprender 🙂

E.

Que passos aconselharias tomar a quem gostasse de enveredar profissionalmente pela área.

G

Existe muita informação online e tutoriais que podemos fazer gratuitamente. Eu começaria por uma grande pesquisa no Google e percebia o que era o SEO, SEM e SEA. Estas 3 siglas já incluem imensas plataformas que podemos aprender online e conseguimos perceber todo o ecossistema do marketing digital.

Depois sugeria sempre pesquisar por alguns nomes muito conhecidos do marketing digital mundial e seguia os seus blogs, Facebook e instagrams.

Por fim, tentaria estar presente em alguns workshops e cursos com alguns tutores e professores com experiência prática na área. É fulcral perceber o tipo de campanhas que já fizeram, perceber quanto se gasta por campanha em Portugal e no estrangeiro para atingir determinados resultados e como abordar os nossos clientes.

A experiência prática é essencial para começar uma carreira em marketing digital. Por mais teoria que se estude online e por mais cursos gratuitos que se faça online, nada substitui a experiência prática de quem já gastou milhões de euros em campanhas online e já percebeu os truques que existem no Google Ads e FB ads.

E.

Enquanto tutor do Workshop Performance Marketing, de que forma planeias dinamizar as tuas aulas?

G

Eu sinto que a experiência prática é realmente imperativa e por isso no workshop de Performance Marketing iremos fazer algumas campanhas para algumas marcas, analisar outras campanhas já realizadas no passado e perceber o que aconteceu em cada uma destas situações.

Vamos ter uma sensação do que é trabalhar em marketing digital no mundo real.