Newsletter
Menu
Pesquisa

Aluna
Amanda Limberte

entrevista

Entrevista Amanda Limberte

18 Abril 18

Amanda Limberte

“(…) um bom profissional de Account & Project Management precisa de ser um grande maestro, pois precisa entender de tudo para poder reger a ópera sem deixar que nenhuma nota saia do lugar”.

Esta comparação é feita por Amanda Limberte, aluna do curso intensivo Digital Account & Project Management na EDIT. Lisboa do 2º semestre de 2017. Dá-nos, nesta entrevista, a sua perspetiva sobre a formação e de que forma esta lhe transmitiu “segurança” para o seu percurso profissional.

Quando me inscrevi no curso o que mais me fez brilhar os olhos foi o Projeto 360. Após realizá-lo, posso dizer que valeu muito a pena! A experiência foi incrível.

E.

O teu percurso académico iniciou-se na área da Comunicação Social e publicidade. Como surgiu a oportunidade/interesse pela Gestão de Projetos/contas e, por conseguinte, o teu ingresso no curso intensivo Digital Account & Project Management da EDIT. Lisboa?

A

Iniciei a minha carreira como Account no Brasil enquanto tirava a graduação, fiquei completamente apaixonada pela área e percebi que era o local certo para eu me desenvolver como profissional. Comecei em agências tradicionais voltadas para o ATL, fui aprimorando as minhas skills e em 2017 migrei para uma agência digital. Essa mudança fez-me perceber que o profissional de atendimento tinha muitas falhas e o profissional de Project Management também. Acredito que, hoje em dia, o que as agências precisam são de profissionais híbridos e isso tem sido exigido cada vez mais. Então surgiu a oportunidade de fazer o curso na EDIT. justamente para buscar esse equilíbrio, desenvolver novas skills e aprimorar aquilo que já desenvolvemos com alguma facilidade.

Quanto pesquisei sobre cursos na área, a oferta formativa da EDIT. destacou-se pelo programa e tutores, mas também pelas recomendações de outro profissionais da área. E esse foi sem dúvida  um grande impulsionador da minha escolha.

E.

Teres frequentado este curso e aumentado a tua rede de contactos, junto dos tutores e colegas de turma, veio de alguma forma alterar o teu percurso?

A

Desde o início sabia que estar com novos colegas aumentaria o meu network. Além de que, trocar experiências com profissionais e entender melhor como funciona a comunicação em Portugal foi muito importante.

E.

Na tua perspetiva, qual foi o papel e contributo dos tutores do curso de Digital Account?

A

Estudar com tutores ativos no mercado de trabalho foi um fator decisivo na escolha do curso pois para mim, saiu da habitual aprendizagem da teoria, foi muito direcionado para a prática do dia a dia e isso é importante! Então tivemos muitas dicas e trocas de quem vivência isso todos os dias.

E.

Tens alguma meta profissional a cumprir?

A

Sim! Agora volto ao Brasil com muito mais segurança e muito mais focada no que quero para a minha carreira profissional! Uma profissional muito mais híbrida que sabe, ouve, entende e tem argumentos para fazer acontecer.

E.

De que forma te manténs atualizada sobre as tendências do digital e da gestão de projetos?

A

Atualizo-me muito em sites de propaganda e universo de tecnologia. Ótimos locais para ganhar novos conhecimentos são workshops, e os professores também nos deram muitas dicas para nos mantermos atualizados com o mercado.

E.

Que desafios encontram as pessoas que pretendem entrar nesta área? Como consideras que os poderão superar?

A

Desafios vão surgir sempre, desde o início da carreira. É claro que são muitos mais hoje em dia, e com muito mais responsabilidade. Então o meu conselho para quem está a entrar neste universo é ser dedicado e querer aprender pois só vivendo e aprendendo com os erros se pode crescer. A experiência leva-te longe.

E.

Por fim, na tua ótica, que características devem ter salientes os profissionais que trabalham em Gestão de projetos digitais?

A

Eu acredito que um bom profissional de Account & Project Management precisa de ser um grande maestro, pois precisa entender de tudo para poder reger a ópera sem deixar que nenhuma nota saia do lugar. Nenhuma orquestra é aplaudida se não estiver em perfeita sintonia. É um trabalho em equipa! Este profissional deve ter como principais características a boa interpretação e boa argumentação, além de ser primordial conhecer a sua equipa, ter uma boa organização e bastante jogo de cintura.