Newsletter
Menu
Pesquisa

Aluna
Matilde
Perdigão Maia

entrevista

Matilde
Perdigão Maia
Aluna

Matilde Perdigão Maia é UX Designer na Capgemini Engineering e Ex-Aluna do curso User Experience & User Interface Design e do curso User Experience Design Advanced na EDIT. Porto. Em entrevista, conta-nos como surgiu o seu interesse por UX&UI, como foi a sua experiência na EDIT. e qual foi, na sua opinião, o papel e contributo da equipa de tutores dos cursos.

Foi uma experiência de ensino diferente das que estava habituada. A comunicação entre tutores e alunos é de igual para igual. Este tipo de ensino “especializado” leva-nos a aprender não só com os tutores mas também com os restantes colegas.

E.

A tua formação base é em Design de Produto. Como surgiu o interesse por UX&UI? Conta-nos um pouco sobre o teu percurso.

M

É uma longa história… Estudei Design de Produto durante 6 anos, na Escola Secundária Artística Soares dos Reis e na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.

Quando terminei a licenciatura ingressei no programa de estágios do INOV Contacto. Fui colocada em Milão, onde trabalhei num estúdio de design, na minha área de estudos. Nesse estágio tive a oportunidade de explorar o design gráfico, ilustração, aprendi a fazer artes finais…

Quando voltei para Portugal, resolvi explorar e aprender outras áreas do design e, como acredito que se aprende muito a trabalhar, arranjei o meu primeiro trabalho como designer gráfico e comunicação.

Ao longo deste percurso, não me senti satisfeita, nem realizada. Sentia que tinha que fazer as coisas “para serem bonitas” e sem grande fundamento sobre aquilo que estava a ser feito.

Consequentemente, cresceu em mim a vontade e possibilidade de voltar a estudar e a abrir novas portas.

Por saber que era uma área em crescimento em Portugal, por ter visto no que consistia o trabalho de um “UX” e por conselho de uma amiga e ex-aluna da EDIT, resolvi ingressar no vosso curso.

E.

A tua experiência na EDIT não é nova, uma vez que já fizeste o curso User Experience & User Interface Design e mais recentemente o curso User Experience Design Advanced. Como descreves a tua experiência na escola do Porto?

M

É verdade, gostei tanto da experiência que a repeti! Foi uma experiência de ensino diferente das que estava habituada. A comunicação entre tutores e alunos é de igual para igual. Ou seja, não de professor para aluno mas sim de profissional para profissional.

Este tipo de ensino “especializado” leva-nos a aprender não só com os tutores mas também com os restantes colegas.

Foi uma experiência bastante importante para mim e, sem dúvida, permitiu-me dar um novo rumo à minha carreira.

E.

Na tua opinião, qual foi o papel e contributo da equipa de tutores dos cursos?

M

Os tutores foram essenciais em todo o processo, entregaram-se de corpo e alma para nos transmitir grande parte do seu conhecimento. Como disse anteriormente, a comunicação é fácil, tanto dentro como fora das aulas, durante e após o curso terminar.

O facto de trabalharem ativamente na área que estão a ensinar permite uma maior partilha não só de conhecimento mas também das suas experiências com exemplos práticos.

E.

Consideras que a área de UX&UI Design está em ascensão, e que as empresas devem apostar e investir em profissionais qualificados na mesma?

M

Sim, sem dúvida. É uma área que está em ascensão em Portugal (e no mundo) mas que ainda tem muito para crescer. Apesar de já existirem muitas ofertas de emprego em Portugal para “UX/UI designer”, acho que a parte de “user research” ainda não está muito enraizada nas empresas. Nem sempre há recursos para se investir nesta fase tão importante do processo de design. 

Existe um artigo da Forbes*  que, entre outras coisas, diz o seguinte: “every dollar invested in UX brings 100 in return. That’s an ROI of 9,900%.” Por isso, sim. Acho que é bastante importante que as empresas procurem conhecer mais sobre esta área e invistam em profissionais especializados.

E.

Já tiveste oportunidade de aplicar algum dos conhecimentos adquiridos nas formações EDIT. no teu dia a dia de trabalho?

M

Claro que sim, aplico todos os dias. Tanto o que aprendi nos cursos intensivos como nos workshops.

E.

Que mais valias podem trazer estas formações intensivas e práticas para o percurso dos profissionais da área digital?

Estas formações ajudam a especializarmo-nos numa área especifica, dentro do mundo digital. Abrem-nos novas portas.

E.

Tens alguma meta profissional que gostasses de alcançar?

M

Sim, tenho. Gostava de um dia liderar uma equipa de design, ou até criar a minha empresa. Sempre gostei da ideia de trabalhar em equipas multidisciplinares e gostava de um dia ter o conhecimento necessário para liderar uma.