Newsletter
Menu
Pesquisa
Edit.ES

DISRUPTIVE BLOG

09

Janeiro

18

Google Adwords

Vai continuar em 2018 a desperdiçar dinheiro nas suas campanhas Google AdWords?

Este é um tema recorrente para a maioria dos anunciantes no Google e quanto menor for o desperdício, mais recursos ficam para ser investidos junto de quem realmente interessa. Mas, como resolver isto?

Para qualquer gestor de campanhas menos experiente ou com menos tempo, é muito fácil deixar escapar termos de pesquisa (Search Terms) e cujas expressões (pesquisas que despoletam os anúncios das nossas campanhas) devem ser negativadas (impedindo que os nossos anúncios surjam para essas pesquisas).

Se há termos de pesquisa que não lembram a ninguém, há outros que são óbvios, nomeadamente todo o universo semântico do calão, termos depreciativos ou mesmo asneiras puras.

Quer experimentar? Tente fazer uma pesquisa no Google com a marca de um produto seu e junte um termo depreciativo. Será que a sua campanha vai surgir nos resultados pagos? É muito provável que sim.

E porque é que isto me prejudica?

Há vários motivos que devem ser analisados e o prejuízo desta situação vai condicionar numa primeira instância a imagem das suas marcas e produtos nos resultados de pesquisa.

Numa segunda instância, a sua CTR vai ser prejudicada porque terá um conjunto de impressões dos seus anúncios que não são relevantes e muito provavelmente não vão gerar cliques para o seu website. Sabendo-se que um dos critérios mais relevantes para determinar o CPC – Custo por Clique das suas campanhas é a CTR, então este mau indicador vai influenciar negativamente o custo da sua campanha.

Numa terceira instância, está com o aumento de CPC vai ter menos investimento disponível para licitar nas pesquisas que realmente lhe interessam.

Finalmente, tanto as métricas de desempenho da Relevância de anúncios como o Quality Score vão ser piores e globalmente o algoritmo do Google AdWords interpretará os resultados das suas campanhas como piores e globalmente vai pagar mais para ter o mesmo (ou menos).

Em suma, se a primeira razão não foi suficientemente forte para rever o que anda a fazer nas suas campanhas Google AdWords, as restantes ajudarão a avaliar que afinal pode otimizar o seu orçamento.

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA
QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA