Newsletter
Menu
Pesquisa

DISRUPTIVE BLOG

18

Setembro

18

Marketing Digital

13 votos

Lean Startup for Digital Products

O conceito de lean – que pode ser traduzido como “magro” – é bastante conhecido na gestão e indústria tradicional, e envolve a identificação e eliminação sistemática de desperdícios.

De um modo geral, qualquer método lean usa a estratégia de atuar localmente em cada item de desperdício de tempo, custo ou recursos, para chegar a uma qualidade maior e um time-to-market mais rápido.

Inspirado por esse conceito, Eric Ries passou os últimos anos a combinar ideias de marketing, tecnologia e gestão e criou o termo Lean Startup“.

Este método envolve um ciclo de feedback: Construir – Medir – Aprender, no qual permite o desenvolvimento de funcionalidades do projeto, os MVPs (Minimum Viable Product), e valida-los com um “acrescento”, a aprendizagem, e com isto se introduz outro conceito presente nesta metodologia, a aprendizagem validada.

Por exemplo, o conceito de produto mínimo viável (MVP, do Inglês Minimum Viable Product) vem sendo confundido com uma versão do produto com funcionalidades mais simples para ser entregue mais rápido; as técnicas de validação de hipóteses são quase sempre comparadas a pesquisas simplificadas de mercado; e o conceito de lean é confundido com “barato”, ou seja, usar o mínimo de capital no projeto da startup.

lean-start-up-edit

Assim como qualquer método de gestão, não existe uma única prática que garanta resultados – Lean Startup é uma ferramenta que deve ser usada pelo empreendedor em adição a várias outras.

O Lean Startup baseia-se na combinação de:

Customer Development: Processo detalhado para testar e validar as hipóteses sobre clientes, produto e mercado.

Desenvolvimento Ágil: Aplicação de metodologias tais o Scrum (ajustadas para o ambiente das Startups) que possibilitam grande redução do tempo de cada iteração de desenvolvimento, aumentando a velocidade da aprendizagem através de feedback real dos clientes/utilizadores.

Plataforma Tecnológica como commodity: Uso de serviços, frameworks e tecnologias diversas (ex. WordPress, Amazon EC2, Google Ads, só para citar alguns), que garantem baixo custo e uma agilidade sem precedentes na construção de produtos de base tecnológica.

lean-start-up-edit

Em suma, o Lean Startup parte do princípio que tanto o Problema (necessidade do cliente) quanto a Solução (produto) são desconhecidos, e que a descoberta de ambos é um processo iterativo que aglutina o desenvolvimento do produto com atividades de Customer Development, seja por investigação qualitativa (entrevistas, testes de usabilidade, etc.) ou por experimentação quantitativa com software em produção com clientes reais.

Quais são as vantagens?

– Está mais perto de seus clientes;

– Qualquer ganho é extremamente excitante;

– Pode iniciar com um foco intenso num determinado nicho de mercado;

– Pode ir atrás de pequenas oportunidades;

– Pode inovar de maneira muito mais rápida e eficaz;

– Pode conduzir o negócio com a eficiência máxima.

ricardo-matos-edit-facebook

13 votos

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA
QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA