Newsletter
Menu
Pesquisa

DISRUPTIVE BLOG

20

Outubro

15

Agile

As metodologias Ágeis de desenvolvimento de software vieram para ficar. Mas o facto é que os princípios se podem aplicar a qualquer tipo de projeto. Na verdade, aconselha-se a sua utilização em projetos cujas equipas sejam multidisciplinares e o trabalho desenvolvido seja de tal forma diversificado que, com uma metodologia mais tradicional ou rígida, os entraves na comunicação iriam colocar em perigo qualquer plano e timing inicial.

Estas metodologias regem-se por princípios simples, concisos e com o foco no projeto em si e não na estrutura ou hierarquia da equipa ou empresa. Isto garante uma aproximação simplificada e eficaz à mudança, algo que hoje em dia é tão certo quando o desenvolvimento do projeto, potenciando a comunicação e sinergia entre equipas.

São estes princípios:

– Prioridade máxima na satisfação do cliente através da entrega rápida e continua de versões funcionais.
Acolher a mudança de requisitos, mesmo nas fases finais de desenvolvimento. Processos ágeis asseguram a mudança como vantagem competitiva para o cliente.
Entrega constante de software funcional, de semanas a poucos meses, com uma preferência por intervalos mais curtos.
– As unidades de negócio e equipas de desenvolvimento devem trabalhar em conjunto, diariamente e durante toda a extensão do projeto.
– Construir projetos em torno de profissionais motivados, dando-lhes o ambiente e o apoio que necessitam e confiando-lhes a responsabilidade de alcançar os objetivos propostos.
– A forma mais eficaz de transmitir informação num ambiente de desenvolvimento é verbalmente, cara-a-cara.
Software funcional é a métrica principal para a análise do progresso.
Processos Ágeis promovem o desenvolvimento sustentável. Sponsors, equipa de desenvolvimento e utilizadores deverão conseguir manter-se em evolução de forma contínua.
– Atenção na excelência técnica e no design potenciam agilidade.
Simplicidade – a arte de maximizar o trabalho NÃO efetuado – é essencial.
– As melhores arquiteturas, requisitos e designs surgem de equipas auto-organizadas.
– Em intervalos regulares a equipa deve refletir sobre como se tornar mais eficaz, ajustando-se em concordância.

O workshop Agile visa apresentar estes princípios e dar uma noção alargada das metodologias Ágeis mais utilizadas, como por exemplo o Scrum e Kamban, bem como apresentar algumas ferramentas e truques para utilização em ambientes de projeto reais.

Ricardo Vercesi – Technical Trainer / Project Manager

Workshop Agile for Digital Projects

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA

Temas
relacionados

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA