Newsletter
Menu
Pesquisa

DISRUPTIVE BLOG

10

Setembro

19

Digital Design

148 votos

7 fontes de inspiração para designers

A inspiração do design surge de todas as formas e tamanhos. Seja para um ilustrador que esteja a desenhar para uma capa de revista, ou um designer gráfico a trabalhar num logótipo para o produto mais recente de um cliente, o tipo certo de inspiração irá sempre ajudar a ter ideias criativas e exclusivas para os diferentes projetos.

Todavia, às vezes é preciso ajuda para se inspirar. Felizmente, existem muitos e ótimos recursos para inspiração de design, e neste sentido a Invisionapp foi falar com vários designers profissionais experientes e recolher algumas ideias e sugestões, que partilhamos aqui.

1. Viajar

Viajar expõe-nos a novas culturas, pessoas e experiências. Não é de estranhar que designers profissionais também o usem como fonte de inspiração para o design. Ao entrar numa área longe de casa, sai-se da zona de conforto e abrem-se os olhos para novas possibilidades nos projetos criativos, ao mesmo tempo que permite refletir e fazer com que o profissional se conheça melhor a si mesmo, ao adaptar-se a um novo contexto.

Uma dica poderá ser procurar ofertas de voos de última hora e ir para uma cidade da qual nunca se ouviu falar ou planeou visitar, durante um fim de semana. Lá, pedir aos locais recomendações de restaurantes, fazer longas caminhadas e concentrar-se em tudo o que acontece à volta. Esta é, sem dúvida, uma grande forma de expandir a “biblioteca visual”

2. Fazer caminhadas

Às vezes, a melhor maneira de se inspirar criativamente é sair do escritório e dar um passeio. Inclusivamente, um estudo da Universidade de Stanford concluiu que
caminhar aumenta a produção criativa em 60%. Por isso, deve-se pensar de que maneira se pode começar a incorporar caminhadas conscientes em todo o processo criativo. Forçar a realização de intervalos regulares de alongamento e movimento, especialmente em dias stressantes, é crucial. A inspiração pode ser encontrada em todos os lugares, desde murais, a carros, à própria natureza, à arquitetura…

3. Visitar lojas de antiguidades e de vendas de imóveis

Os antiquários têm uma variedade de itens exclusivos que facilmente despertam a imaginação, como peças com décadas de existência, com tipografia, ilustrações e desenhos antigos. Esta é uma experiência muito mais pessoal do que as usuais pesquisas na Internet proporcionam.

Ao deslocar-se a esses espaços é importante ir já com um projeto ou tema em mente. Quando se está aberto à inspiração para uma ideia específica, todo o tipo de conexões começa a ser feito.

designers

4. Conversar com familiares, amigos e colegas de trabalho
É impossível negar: as pessoas que nos cercam têm um impacto inegável e profundo sobre quem nos tornamos. Um estudo da Gallup descobriu que pessoas com amigos no seu trabalho ou indústria têm 700% mais probabilidade de se envolver no trabalho quando comparadas com as pessoas sem amigos. É por isso que qualquer aspirante a criativo deve trabalhar para criar e promover uma rede de pessoas de apoio, se quiser ter sucesso.

Se não tens amigos no teu setor, faz algumas amizades! Procura eventos de networking na cidade, no Meetup ou Dribbble, ou participa em palestras criativas. Além disso, os grupos do Slack do setor são ótimas maneiras de fazer conexões a partir do sofá.

5. Motionographer
O Motionographer inspira os motion designers, mostrando o trabalho de designers estabelecidos e promissores, partilhando artigos úteis sobre design e apresentando comentários sobre tópicos da indústria.

Mesmo que não se seja um motion designer, é interessante aproveitar os recursos
como o Motionographer para ver aquilo que os outros designers estão a fazer.

designers2

6. Pinterest
O Pinterest é uma rede social gratuita que permite ao utilizador selecionar imagens e vídeos em painéis digitais da plataforma. Torna-se, por isso, uma ótima fonte de inspiração de design e é também uma maneira fantástica de criar um quadro de humor.

Uma dica: criar o Pinterest na fase de pesquisa, procurando palavras-chave e ideias do projeto, e ver o que rede social traz, desde design, ilustração, fotografia e referências.

7. Instagram
O Instagram não serve apenas para partilhar fotos do brunch ou do jantar: é também uma ótima fonte de inspiração e influência para o design. O ponto de partida baseia-se na criação da conta de Instagram (se ainda não tiver) e começar a arquivar fotos e vídeos de que se gosta em coleções particulares ou simplesmente seguir os designers favoritos para se inspirar.

Contudo, não se deve seguir apenas designers, mas também autores, contas de memes, e qualquer pessoa que esteja constantemente a atualizar o seu trabalho. É importante inspirar-se não só nos seus projetos, mas no trabalho como um todo – naquilo que se quer ser e no que se deseja trabalhar.

A inspiração de design deve ser exclusiva para o designer. Isso significa que o que funciona para um pode não funcionar para outro e e vice-versa. O mais importante é que encontres o que funciona e utilizes para inspiração nos teus projetos criativos. O truque é não ter medo de se aventurar fora do computador para se inspirar: experimenta ficar um pouco offline.

Fonte.

148 votos

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA

Temas
relacionados

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA