Newsletter
Menu
Pesquisa
Newsletter
Edit.ES

Report TEDxOporto
2017

Notícia

Report TEDxOporto 2017

O dia 1 de abril foi marcado pela 8ª edição do TEDxOporto. Feitas as contas, estiveram presentes mais de 1000 participantes, parceiros, 15 talks, performances e muito networking à mistura.

A Casa da Música recebeu o evento no qual a EDIT. – Disruptive Digital Education esteve presente e mostra-te de seguida um pouco do que foi este dia dedicado à partilha de ideias.

Com o tema “Imersão”, o primeiro painel contou com 4 talks de oradores de áreas como a astrobiologia e psicologia, e ainda um “Doutor Palhaço”, que partilhou com o público como pequenas ações fazem a diferença na vida dos mais idosos. Assim, desde a análise de pedaços de meteoritos, por Zita Martins, ao estudo da memória por Julia Shaw, à desconstrução da infidelidade por Luana Cunha Ferreira, foi explorada a “verdade ou consequência”.

Já em resposta à temática “O Estado das Coisas”, assistiu-se a uma análise, em primeiro lugar, por Pedro Santos Guerreiro, diretor do jornal Expresso, à verdade e sua manipulação nos dias de hoje nos meios de comunicação social. Jacqueline McGlade, Diretora de Ciências do Ambiente das Nações Unidas, explanou a preocupação com os recursos ambientais existentes e as populações, nomeadamente o grupo indígena Masai, com o qual tem estreita ligação e inclusivamente responsabilidade.

De seguida, o professor e investigador da área das Ciências Policiais e Segurança Interna, Felipe Pathé Duarte, abordou o sensível assunto do terrorismo, alertando para a importância da confiança, segurança e disseminação da verdade. O painel culminou com a apresentação de Max Lawson, Diretor de Política de Desigualdade da Oxfam International, sobre o seu estudo sobre as desigualdades verificadas entre os mais ricos e a fatia mais pobre da população mundial.

Terminados os painéis da manhã, seguiu-se o momento do almoço e recarregar de energias para mais uma tarde repleta de muito conhecimento, ideias e partilha de experiências. Este momento também serviu para estabelecimento de contactos entre participantes, oradores e parceiros do evento.

“Novo Eu” foi o mote para as talks que iniciaram a tarde, não sem antes haver espaço para uma performance musical, pelo grupo Batucada, que através do samba elevou, ainda mais, o espírito do público, e assim arrancou da melhor maneira a tarde do TEDxOporto. Sem dúvida que a primeira apresentação primou pela diferença, uma vez que Joana Cottim a realizou em linguagem gestual. O objetivo foi mostrar como todos são iguais, mesmo que não possam falar ou não consigam ouvir.

As restantes talks foram dirigidas por Filipe Mesquita, co-fundador da This is Pacifica, estúdio de design parceiro da EDIT., Joana Cadilha, Investigadora do Laboratório de Ética e Filosofia Política da Universidade Nova de Lisboa, que abordou questões no campo da ética, e Verónica Orvalho, docente da Universidade do Porto, onde a educação e as telecomunicações foram apresentadas na sua perspetiva enquanto profissional destas áreas.

“Virar a Página” foram as palavras de ordem para o último conjunto de talks, das quais foram responsáveis Luís Sarmento, Investigador em Inteligência Artificial, Aurélie Salvaire, Ativista Social, e José Soeiro, sociólogo e ativista. Os oradores debateram a tecnologia e a mudança no panorama atual.

E porque no TEDx as surpresas são uma constante, houve também espaço para um momento de dança contemporânea, com o grupo CIA In Progress, e para a análise do humorista Nilton, no fim de cada painel. Os participantes desta edição tiveram ainda oportunidade de ouvir Jay Herratti, diretor executivo da TEDx a nível mundial. Resumidamente, Jay explicou como surgiu o evento, a sua importância e a repercussão que tem nos dias de hoje na mentalidade de milhões de pessoas por todo o mundo.

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA
QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA
'