Newsletter
Menu
Pesquisa
Edit.ES

Paulo Rossas
Tutor

entrevista

Paulo Rossas
Tutor

Paulo Rossas, Head of Social Media na JWT, revela-nos o seu percurso profissional, e como este culminou com o Social Media. 

Social Media é uma área tão vasta e com tantas ramificações que nos dá fome de conhecimento. Ninguém sabe tudo e dificilmente vai saber tudo mas obriga-nos a querer saber mais.

E.

A tua formação e percurso profissional são na área do Marketing. O que te levou a tirar o curso de Front-end & Responsive Web Development na EDIT.? Que repercussão teve esta formação na tua atividade profissional?

P

O meu objetivo é ter várias valências, não só criativas como também de produção e como sempre me interessei pela área da programação e do desenvolvimento Web, foi uma questão de tempo até investir nessa formação. Procurei uma escola que me desse realmente o que queria e foi na EDIT. que encontrei.  Neste momento estou a acabar uma Engenharia em Multimédia e se não fossem as boas bases que levei da EDIT. muito dificilmente teria conseguido chegar até aqui.

E.

Quais os maiores desafios com que te deparas no dia a dia enquanto responsável de Social Media?

P

Todos os dias existem mutações, alterações e novidades. As plataformas mudam, a maneira de pensar muda, o que resulta hoje, amanhã já não vai resultar, a todas as horas surgem novos formatos, novas estratégias, a obrigatoriedade de ter de aprender todos os dias algo novo é o maior desafio e obviamente a melhor recompensa. Social Media é uma área tão vasta e com tantas ramificações que nos dá fome de conhecimento. Ninguém sabe tudo e dificilmente vai saber tudo mas obriga-nos a querer saber mais.

E.

Podes partilhar alguma campanha de sucesso em que tenhas colaborado? Por que razão dirias que foi uma boa aposta para a marca?

P

Uma das que trabalhei mais diretamente foi a do início deste ano da Rede Móvel Vodafone. O desafio era demonstrar que a Rede Móvel Vodafone é realmente a melhor, então juntámo-nos aos pilotos de Rally José Pedro Fontes e Inês Ponte Grancha que são também pilotos da Vodafone e criámos toda uma Estratégia e um plano de comunicação onde os dois mostravam que, além de fazerem o que sabem conseguem fazer melhor, assim, demonstraram aquilo que se procurava. Foi algo muito bem pensado e executado com algum tempo de antecedência e com ideias bem definidas e estruturadas. Os resultados não podiam ter sido melhores.

E.

Utilizas algum tipo de recursos ou websites para te manteres atualizado sobre o digital, a comunicação das marcas e social media?

P

Eu utilizo uma plataforma chamada Feedly onde agrego todos os websites que leio. Tenho centenas e num único espaço consigo acompanhar tudo o que se passa no mundo, as inovações e as novidades. Aconselho a utilizarem porque dá imenso jeito e ajuda-nos muito. É importante ler, pensar, procurar, pesquisar. Todos os dias devemos investir tempo nessa vertente. Nunca vamos saber tudo, mas saber um pouco mais todos os dias é meio caminho andado para nos tornamos melhores.

E.

Podes partilhar alguns bons exemplos de estratégias de redes sociais?

P

Em Portugal temos bons exemplo. Licor Beirão faz um bom trabalho. Sagres também, existem muitas marcas a trabalharem muito bem o Social Media, como existem marcas a trabalhar muito mal o Social Media. Esta área não se aprende na escola, é por tentativa e erro e muita, muita coragem. Uns têm, outros não. Depois existem pequenos fenómenos que, com pouco dinheiro, conseguem chegar a muitas pessoas. É essa a parte positiva do Social Media. Não é o dinheiro (é também), mas não é só o dinheiro que faz as coisas acontecerem. Uma boa ideia chega para atingir o que se pretende. Sem gastar 1 único centimo pode-se chegar a 10 milhões de pessoas. A viralidade é algo incrível e não se consegue controlar.

E.

Que expectativas tens para o novo curso intensivo Social Media Marketing Strategy da EDIT. Lisboa, e do qual vais ser tutor? Como planeias lecionar as tuas aulas?

P

As melhores. Estou muito motivado e não vejo a hora de começar. Há tanto por dizer e tanto para partilhar, que é esse o meu objetivo. Partilhar conhecimento e como fazemos as coisas. Depois, com exemplos práticos e muitos exercícios, pouca teoria, até porque não há tempo para teoria. Precisamos de ver para perceber. Perceber como foi feito, porque foi feito e perceber muito bem como surgem os fenómenos. E fazer, errar, melhorar e voltar a fazer e voltar a errar. Fazer o que já se faz não é o caminho, inovar sempre e fazer coisas novas. Puxar pelos clientes e pelo lado da criação que está dentro de nós. É uma área diferente mas que permite fazer tudo.

E.

Por fim, na tua opinião, que características e know how deve ter um bom professional de marketing digital, e em específico de social media, para vingar no mercado?

P

Muita vontade em aprender, muita vontade em querer saber mais e ser corajoso, perder o medo de errar e ver que o erro é algo positivo e não negativo. Social Media não é das 9 às 18, estamos a criar a todos os momentos. Pode acontecer algo quando estamos sentados no nosso sofá às 22 e fazer todo o sentido para as nossas marcas. É preciso ter essa disponibilidade mental de perceber o potencial de algo e estar pronto para implementar.

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA

TEMAS
RELACIONADOS

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA