Menu
Pesquisa
Newsletter
Edit.ES

DISRUPTIVE BLOG

31

Janeiro

17

Marketing Digital

Top 6 dos princípios do Shareable Content

Quantas vezes nos perguntamos porque é que determinado conteúdo viralizou? Como se explicam milhares de visualizações, comentários e partilhas numa única peça de conteúdo sendo que muitas vezes a (falta de) qualidade desse conteúdo extrapola a nossa capacidade de entendimento?  Pois, na verdade, há vídeos com números absolutamente incríveis de visualizações e interações que são, num olhar desprevenido, difíceis de entender. Não obstante quero partilhar neste artigo aqueles que se provaram ser os denominadores comuns no conteúdo que funcionam como “gasolina” nas redes sociais, alavancando as partilhas e interações nas redes sociais.

O gigante BuzzSumo analisou as partilhas sociais em mais de 100 milhões de artigos durante 8 meses. O resultado – disponível na íntegra aqui – é uma mina de ouro de “data”, que sendo analisada e aplicada de forma adequada promete trazer impressionantes resultados às estratégias de conteúdo aplicadas às redes sociais.

1 – Conteúdo longo é mais partilhado

Segundo a análise de 10% dos artigos mais partilhados durante este estudo, as peças de conteúdo de 3000 a 10000 palavras são as mais partilhadas. Outro dado interessante é que no total de conteúdo analisado havia mais 16% de conteúdo com menos de 1000 palavras. O que nos dizem estes dois dados juntos: primeiro, os criadores de conteúdo não estão a colocar tempo e esforço na criação das suas peças, o que deixa uma janela de oportunidade em aberto para quem quiser trabalhar conteúdo à séria; e por outro, as pessoas gostam sim de partilhar gatinhos fofinhos e memes, mas também gostam de partilhar conteúdo intelectualmente desafiador, conteúdo com conteúdo.

2 – Combinar texto com imagem duplica o potencial de partilha

Não é surpreendente e vem apenas consolidar a importância dos elementos visuais usados em combinação com texto. Os posts com pelo menos uma imagem, têm duas vezes mais partilhas que posts apenas com texto. Verificado no Facebook e no Twitter.

Dica Pro – Post links no Facebook com preview image são três vezes mais partilhados do que links sem imagem. Se ainda não usou as meta tags para o Facebook, coloque na secção <head> do seu artigo a meta tag <meta property= “og:image” content= “http://example.com/image.jpg” />. Depois partilhe connosco os resultados desta melhoria.

 

3 – Despertar emoções

Não é surpreendente e vem apenas consolidar a importância dos elementos visuais usados em combinação com texto. Os posts com pelo menos uma imagem, têm duas vezes mais partilhas que posts apenas com texto. Verificado no Facebook e no Twitter.

 

Dica Pro – Post links no Facebook com preview image são três vezes mais partilhados do que links sem imagem. Se ainda não usou as meta tags para o Facebook, coloque na secção <head> do seu artigo a meta tag <meta property= “og:image” content= “http://example.com/image.jpg” />. Depois partilhe connosco os resultados desta melhoria.

3 – Despertar emoções

As emoções mais “shareable” são por ordem de importância: posts que despertam admiração/espanto (do inglês awe), com 25% de potencial de partilha; riso com 17% e entertenimento/prazer (do inglês amusement) com 15% de potencial de partilha em redes sociais. Uma nota interessante: posts que inspiram tristeza e raiva são os posts menos partilhados (!). (Sim, eu sei, às vezes não parece…)

Dica Pro – Ao longo deste estudo, 8 dos 10 artigos mais partilhados ao longo do período de análise foram questionários/quiz – 7 do BuzzFeed, 1 do NY Times. Deixo três exemplos do top mais partilhados:

 

 

São partilhadas impulsionadas pelo sentimento de narcisismo, sendo precisamente esta característica como um dos motores do shareable content. Na dúvida, considere contemplar questionários e/ou testes interativos com a sua comunidade. Partilhe os resultados, queremos ver essa criatividade. 🙂

4 – As pessoas gostam de listas e infográficos

Há muitos estudos feitos sobre o tipo de posts com melhor performance nas redes sociais. Todos apresentam resultados comuns: as listas e os infográficos figuram no top de potencial de partilha. As listas porque dão ao utilizador uma imediata noção do que vão esperar ao clicar naquele link; os infográficos porque permitem digerir muita informação de uma forma mais apelativa, rápida e interessante. (ver Príncipio número 2 de combinação entre texto e imagem)

Dica Pro – As listas com 10 itens têm 4x partilhas. Inesperadamente, listas com 23, 16 e 24 itens são as seguintes mais populares. De qualquer forma, a dica é fazer listas com 10 itens. Teste depois os mesmos temas com diferente número de itens e analise os resultados.

5 – A Credibilidade de quem escreve (e assina) as peças de conteúdo

Para analisar esta questão da confiança, foram analisados artigos assinados pelos seus autores, com descrição e eventualmente biografia, versus artigos sem biografias nem identificação de autores. Resultados diferentes em redes distintas: se este factor de identificação de autoria não faz mossa no Facebook, é altamente influenciador no Twitter, Linked In e Google+. São redes mais próximas do nosso cenário profissional e isso reflete-se na necessidade de confiar na fonte antes de partilhar esse conteúdo.

6 – Os influenciadores têm um efeito multiplicador

As partilhas não têm todas o mesmo valor. Uma partilha de um influenciador gera necessariamente mais interações do que uma partilha aleatória de um anónimo. Define-se como influenciador alguém cujos tweets são retweetados em média duas vezes. O gráfico abaixo mostra que as partilhas de um influenciador resultam em mais 31.6% de interação social. Agora é fazer as contas: três influenciadores duplicam as interações; cinco influenciadores quadruplicam o número de interações sociais numa peça de conteúdo

Dica Pro – Investigue de forma aprofundada quem é quem no seu vertical de negócio. Faça uma lista de pessoas com presença digital e que apresentam uma taxa de engagement interessante. Pense depois em conteúdo que os possa envolver, despertar-lhe emoções. Quem sabe entrevistá-los? Será garantida uma partilha dessa entrevista no perfil deles. Já pensou no efeito multiplicador que isso terá?

QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA
QUERO PARTILHAR ESTA PÁGINA
'